2º "Casais respondem" - com casal Rosa43 e Léo33

Hoje, Rosa 43 (esposa do Léo33) é a nosa convidada da nossa série "Casais respondem", onde os casais do D4 respondem algumas perguntas nossas.


1º - Como, e porque, vocês entraram no mundo do swing? Tiveram algum "padrinho"?

Rosa43:

Nossa história é um pouco diferente. Iniciei minha vida sexual com 17 anos, com dois amigos, nada premeditado, mas naturalmente. Houve alguns períodos em que me afastei um pouco, mas o swing faz parte da minha essência, preciso da liberdade, da sedução e do diferente. Quando conheci o Léo33 estava ficando com uma menina e sempre o convidei. Como ele fica muito tempo fora de casa, devido ao trabalho, optamos por ser um casamento aberto.

No ano passado conheci o “Praiano olhos verdes” fora do D4 e ficamos muito amigos, ele me apresentou o site, fiz meu perfil e comecei a postar contos de minha autoria e algumas mensagens eróticas, creio que este foi o meu destaque e o que atraiu tantos amigos.

Neste carnaval, depois de anos de conversa, o Léo resolveu conhecer este mundo. Saímos, como casal, com um solteiro e fomos em numa festa no Taboo.

Léo33:

Descobri que tem muita amizade, respeito e são pessoas bem resolvidas e equilibradas. O swing nos aproximou ainda mais, somos mais verdadeiros um com o outro agora.

2º - Por quê vocês, como um casal, optaram por terem perfis separados no D4?

Como eu entrei primeiro [no D4] e ele viaja muito, preferimos manter a individualidade. Mesmo nas festas somos livres. As vezes um quer conversar e o outro quer transar e está tudo bem. Depois conversamos e rimos muito contando o que aconteceu.

3º - Para vocês como seria um primeiro contato ideal [pelo D4]?

O contato ideal é aquele com tiradas inteligentes e bem humoradas. Podem ser erótica, mas não pornográfica. Sentindo a pessoa e até onde podem ir. Odiamos o: "Vamos trepar?" ou então: "Oi, tudo bem?"

4º - Como seria um primeiro encontro, real, ideal pra você?

Sou bastante flexível. As vezes conversamos, saímos para depois ir ao motel. Em outras, trocamos algumas palavras durante o trajeto até o motel. É uma coisa para decifrar no olhar... Creio que com mais de 20 anos de swing eu levo vantagem, pois comecei na época que não havia a facilidade do site (risos). Acredito muito no sentir a outra pessoa e encontrar um ponto em comum para todos.

5º - Tiveram alguma experiência engraçada e/ou diferente no D4?

Lembro que um amigo marcou um encontro com uma transexual (Julia), mas não falou que eu iria junto, quando desci do carro ela pôs a mão no rosto e disse com cara de assustada: "É um casal...". Rimos até hoje e nós duas ficamos grandes amigas.

Numa outra ocasião, um amigo me chamou pra ir a residência de um casal. O marido me deu uma canseira... Não parava nunca, não gozava... Aquela noite confesso que não aguentava mais. Depois quando o amigo e eu estávamos sozinhos ele me contou que o marido tinha uma prótese peniana. Rendeu muitos risos...

6º - E para fechar: O que vocês mais gostam no D4 e o que poderia melhorar?

O Léo33 adora as fotos e a facilidade de marcar com alguém já sabendo um pouco do que eles esperam de nós.

Gosto da parte de marcar festas, mas também adoro ficar no site comentando post e conversando com amigo. Não gostamos dos fakes, temos medo das fotos irem parar na rede e gostaríamos de ter mais explicações sobre benefícios de assinantes. O blog poderia ser mais atualizado e dinâmico.

E você concorda ou discorda? Deixe sua opinião nos comentário.

Se você (casal) deseja participar deste quadro, basta responder as mesmas perguntas acima e enviar, por mensagem privada, [para o meu perfil no D4 (http://d4swing.com/maxxx).